2016: o ano de Chico Buarque! Comemorando jubileus!

Antes de qualquer coisa, um aviso: neste artigo não discutiremos e nem levaremos em conta a militância política de Chico Buarque. Para nós do UV, Chico escolher ser A ou B é irrelevante!

Dado o recado, vamos ao que interessa!

Quem já foi à Europa e andou por boas e importantes livrarias, cafés, restaurantes e coisas do gênero, bem como escutou algumas rádios, deve ter se espantado com as melodias que rolam como fundo musical nestes ambientes. De repente, seu ouvido escuta notas muito próximas ao que costuma ouvir no Brasil e ao se dar conta está em plena Itália, França, Portugal, Espanha ou, até mesmo, Inglaterra e Holanda percebendo uma música brasileira! Sem contar o sucesso que nossas músicas e artistas fazem na América do Sul e no Japão!

É verdade! Para quem não sabe a música brasileira é produto de exportação e representa muito bem nosso país, fazendo um papel de marketing importante para trazer turistas e vender produtos tupiniquins nas terras do “Velho Continente” e em várias partes do mundo!

Entre estes artistas e suas músicas existem os “campeões de audiência”: obviamente, em primeiro lugar vem a Bossa Nova com João Gilberto e sua trupe (sim, é tocada até hoje pelos quatro cantos do planeta!!!) e logo em seguida nomes do naipe de Chico Buarque, Caetano, Gilberto Gil e até mais novos como Lenine, Arnaldo Antunes e etc.

Chico 4

Leitores e leitoras do UV, a música brasileira traz divisas para o país ao ser fortemente executada no exterior! Que bom!!!!

Com essa pequena introdução começamos a perceber o valor não só artístico como também econômico dos grandes artistas nacionais.

Dentre estes está Chico Buarque!

Chico é um dos maiores expoentes da música brasileira (e também da literatura) no exterior. É unanimidade em vários países e representa muito bem, obrigado, nossa cultura. Já sabemos e tem sido muito discutido o papel de Chico no país, mas, poucos vão além das fronteiras e apontam a sua importância como uma espécie de “garoto propaganda’ do Brasil fazendo nossa produção cultural ser amada e, porque não dizer em matéria de economia, ser adquirida e, consequentemente, tornar-se uma espécie de “chamariz” do Brasil no exterior – este é o Chico além do Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Aracaju, Fortaleza, Manaus e etc!

Agora, falando dos discos de Chico, 2016 será um ano marcante em matéria de aniversários! Vejam só:

– 1966, ano do primeiro álbum solo de Chico (“Chico Buarque de Hollanda”), portanto, fará 50 anos – Jubileu de Ouro!!!

chico1

– 1971, ano do LP “Construção”, considerado pela Revista Rolling Stones o 3º álbum mais importante da lista dos 100 maiores discos da música brasileira, fará 45 primaveras – Jubileu de Safira!!!!

chico 2

– 1976, LP “Meus Caros Amigos”, também na lista dos 100 maiores da Rolling Stones na 41ª posição! Aniversário de 40 anos – Jubileu de Rubi!!!!!

chico 3

Os discos:

– “Chico Buarque de Holanda” de 1966 foi lançado no mesmo ano no Brasil, Argentina (ambos pela RGE) e França (pela DECCA). Relançado em CD em 2006 pela Som Livre e em 2015 em Vinil no Box “Chico Buarque de Holanda – os primeiros anos” juntamente com mais 3 LPs pela Polysom.

Lado A:  A Banda; Tem Mais Samba; A Rita; Ela é Sua Janela; Madalena Foi Pro Mar e Pedro Pedreiro

Lado B: Amanhã Ninguém Sabe; Você não Ouviu; Juca; Olê Olá; Meu refrão e Sonho De Um Carnaval

– “Construção” lançado em 1971 no Brasil e no Uruguai pela Philips; em 1972 em Portugal pela Telectra e Argentina (Philips). Em 1978 tiveram 2 edições do LP no Japão (Philips, também). 1983 no Brasil em CD pela Philips/Polygram; 2012 em Portugal pela Levoir Marketing e Conteúdos Multimédia, SA e pela Universal em toda a Europa (ambos em CD).

Lado A:  Deus Lhe Pague; Cotidiano; Desalento; Construção

Lado B: Cordão; Olha Maria; Samba De Orly; Valsinha; Minha História e Acalanto

– “Meus caros amigos” de 1976 foi lançado no mesmo ano no Brasil (também em cassete), Itália, Argentina, Portugal e França; em 1977 na Espanha e no Uruguai (todos pela Philips); em CD em 1983 pela Universal no Brasil e em Portugal em 2012 pela Levoir Marketing e Conteúdos Multimédia, SA. Houve uma edição especial em Portugal em Vinil pela Philips para os sócios do “Círculo de Leitores” – um clube do livro fundado em 1971.

Lado A:  O Que Será (A Flor Da Terra); Mulheres de Atenas; Olhos Nos Olhos; Você Vai me Seguir e Vai Trabalhar Vagabundo

Lado B: Corrente; A Noiva Da Cidade; Passaredo; Basta Um Dia e Meu Caro Amigo

É! Chico Buarque e nós, seus fãs, teremos muito o que comemorar neste 2016! Poderíamos até dizer, pela importância dos seus discos que festejam jubileus, que 2016 é o ano de Chico Buarque, por isso, como primeiro post do ano homenageamos este artista que terá tantas celebrações!!!!

Viva 2016!!!!!

__________

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil? Clique aqui!
Sobre os toca discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!
Toda semana um novo post realizado por nós, a equipe do UV. Somos, antes de mais nada, colecionadores de Vinil e amantes da música!

Curta o Universo do Vinil no Facebook!

Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!

 

Website Malware Scan