Agulhas e cápsulas: prepare o bolso, mas damos uma dica!

Nós adoramos o Vinil, amamos pegar um LP ou Compacto e colocar na vitrola, ficamos extremamente gratificados quando escutamos um som de primeira e com qualidade. Mas, o valor econômico com gastos para criar essa satisfação é uma das piores coisas para se falar sobre este mundo! Infelizmente, nada é muito barato neste universo!

E amigos e amigas leitoras do Portal UV, se vocês querem qualidade para ouvir seus amados bolachões, preparem o bolso!

Um bom toca-discos, um LP novo (principalmente se for importado – leia mais sobre isso aqui), a aparelhagem, as caixas de som… nada disso é barato! E com o dólar nas alturas? Piorou!

Óbvio que existem alternativas para driblarmos os preços altos. Nós do Portal UV já falamos bastante das aparelhagens e toca-discos vintage e dos vinis usados, porém, existe uma coisa que não tem muita escapatória e é cara e não tem como economizar muito: as agulhas e cápsulas.

capsulas-e-agulhas

Se você quiser saber mais sobre agulhas e cápsulas clique aqui, Mas, o fato resumidamente e num português nada técnico é este: é a agulha que está em contato com o disco e seu atrito nos sulcos emitem informações para a cápsula que é a responsável em converter a energia mecânica (produzida pelo contato da agulha com o disco) em energia elétrica para ser amplificada pela aparelhagem de som e se converter em energia sonora que sai pelas caixas. Ou seja, quem está em contato com o disco é a agulha e quem entrega a informação que a agulha extrai pelo atrito são as cápsulas, isto quer dizer que: se você usa um material ruim, logicamente, o som sairá ruim e não há aparelhos que consigam melhorar este som substancialmente, pois, a informação passada para os receivers, amplificadores e até mesmo com o uso de equalizadores não é “entregue” com qualidade.

A história é a seguinte: não tem como economizar com agulhas e cápsulas. Um conjunto ruim, sairá som ruim. Não existe milagre! E este conjuntinho de agulha e cápsula não é barato!

A má notícia: as agulhas não duram muito. Duram de acordo com o tempo que você as usa. As agulhas são descartáveis! E agulha ruim pode estragar o disco!

A boa notícia: as cápsulas podem durar uma eternidade. Acaba-se a agulha, pode trocá-la e continuar com a mesma cápsula. Ou seja, gasta-se um pouco mais quando compra o conjunto de cápsula e agulha, mas a manutenção envolverá o desembolso só para comprar agulhas novas e isso é mais barato!

Outra boa notícia: existe uma espécie de padrão entre os principais fabricantes de toca-discos (de hoje e do passado) para acoplarem o conjunto de cápsulas e agulhas nos toca-discos. Este conjunto é anexado num suporte que se chama “shell” e estes fabricantes construíram os braços com entradas quase universais servindo várias marcas (falamos em “quase” porque não abrange 100% dos tipos de toca-discos e vitrolas).

Existem marcas boas e ruins. Porém, não é qualquer lugar que as vendem. Normalmente é em cidades grandes que existem comércios específicos para tudo que envolve o vinil e fora essa situação precisamos comprar pela Internet.

Outra questão a ser levantada é que existem modelos de marcas famosas que muitas pessoas acham que servirá para aquele que quer escutar seus vinis. Tomem cuidado com a fama e procurem saber sobre a serventia da agulha! Há modelos específicos para serem usados em discos para discotecagem por DJs, portanto, não servirão a contendo e poderão danificar seu disco, já que estes modelos são específicos para o tipo de atrito que os DJs elaboram durante suas apresentações!

Ok! Ok! Muitos devem estar se perguntando: mas e aí? O Portal UV não dará nenhuma dica?

Sim daremos!

Um bom conjunto de agulhas e cápsulas junto com sua shell no tipo “quase padrão” que falamos anteriormente pode custar muito mais que R$ 1000,00! Espantaram, né? Alguns podem até perguntar: mas eu comprei um toca-discos vintage e paguei metade deste preço? Pois é, tem razão e é a realidade de muitos dos que estão lendo este artigo agora.

Então vamos direto à dica:

Agulha e cápsula Audio Technica AT 95e (a verde na foto).

Somos adeptos do “nem 8 ou 80”, por isso, apresentamos este modelo! Ou seja, pensamos num conjunto que trará bastante satisfação para nossos ouvidos, porém, se você é um audiófilo de primeira e superexigente poderá usar como um sobressalente para o caso de sua agulha predileta acabar no meio de uma audição.

Este conjunto pode custar um pouco mais ou um pouco menos que R$ 300,00 (na Internet) e agradar bastante. É considerado pelos especialistas como um modelo de entrada. Quer dizer: é o conjunto que não tem toda a qualidade dos mais caros, logicamente, não servirá para os mais exigentes como o modelo principal, porém, dará bastante alegria e gerará um som praticamente perfeito para aqueles que não se consideram um audiófilo de primeira linha. Resumindo: serve bem para quem quer curtir um som com uma qualidade quase 100% e sem querer gastar muito!

Essa é a dica do Portal UV sobre este problema do custo de agulhas e cápsulas que tende a afastar muitos dos que gostam dos vinis por causa dos seus alto preços. Mas, a escolha é sua e, provavelmente, você tem opinião própria sobre marcas e modelos!

Porém… fica a dica!

__________

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!
Toda semana um novo post realizado por nós, a equipe do UV, no menu “Conversa de Vinil

Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!