Uma proposta de organização de discos

Nick Hornby, em seu excelente livro, Alta Fidelidade, conta a estória de um audiófilo, proprietário de uma loja de discos de vinil e colecionador, Rob, que vive falando que vai fazer “a grande arrumação” da sua coleção particular de vinis, mas o autor do romance nunca conta como se opera essa arrumação. Esse assunto dá pano pra manga, por isso vou me ater a comentar como organizei a MINHA coleção, que atualmente conta com 300 LP´s. Mas você pode contribuir com a discussão, apresentando-nos o seu modelo de organização, de forma resumida. Meu amigo Jorge Bandeira, “organiza” suas coleções (a particular e a que ele bota pra vender), segundo os preceitos do “caos vinílico”. Eu tenho TOC. Não conseguiria ser assim.

Ao texto:

Eu tinha cerca de 225 LP´s de 33 1/3 RPM e um dia tomei uma decisão: ou organizava aquela zorra toda enquanto era uma coleção pequena ou dali para frente, nunca mais conseguiria organizar. Decidi criar um fórum no Facebook com a participação de amigos possuidores de coleções bem mais amplas que a minha e fui expondo dúvidas e opiniões. Algumas dessas:

  • Qual o melhor método de separação dos discos? Por estilo, por data, por ordem alfabética?
  • Existe algum APP ou software que organize a coleção?
  • Unir a coleção física à coleção virtual/computador é uma boa?

colecao

Feitas e expostas essas dúvidas, garimpei as respostas que me foram dadas e cheguei à seguinte conclusão totalmente PESSOAL: O melhor método de separação dos discos (a não ser que tenhas muito espaço disponível) é o POR ORDEM ALFABÉTICA, pois requer menos nichos que o POR ESTILO. Além da óbvia separação totalmente criteriosa pela letra do alfabeto, onde você pode controlar com rigor a entrada de novas aquisições. Por estilo não funciona. Onde você poria o PsychoCandy (1985) do Jesus and the Mary chain? E vou ficar só nesse exemplo para ilustrar o imbróglio. Por data (décadas – 1940´s, 1950´s, 1960´s…) parece ser algo mais coerente, mas dentro de uma década, você deixaria os discos à “migué” ou usarias outra classificação? São essas pequenas dúvidas, que devem ser esgotadas antes de se começar a arrumação. O critério que EU USEI, o da ORDENAÇÃO ALFABÉTICA (excluindo preposições, tipo THE Beatles, viram Beatles) é mais óbvio, embora seja completamente mais “fora da realidade”, ao juntar lado a lado ABBA e ADONIRAN & VANZOLINI. Vantagens da ordenação alfabética: requer pouco espaço (recomendo estantes de aço, que, por prateleira, cabem – sempre em pé, nunca empilhados – 200 a 225 LP´s – na foto acima – numa estante cabem 800 a 1.000 discos de vinil); a entrada de novas aquisições é óbvia: é só colocar o disco, respeitando-se a ordem alfabética (um disco do Geraldo Azevedo, na minha coleção, virá sempre depois do último da Gal Costa e antes do primeiro do Gilberto Gil); evita a bagunça, pois você pode retirar os discos que quiser e voltá-los respeitando-se a ordem original em que foram colocados.

Não. Não existe nenhum APP ou software, que organize a sua coleção. Eu uso o Excel (ou o equivalente do Linux). Essa questão responde a nossa última pergunta, que se é uma boa integrar a coleção física à coleção em Excel: eu acho uma maravilha e vou terminar esse texto tentando descrever como organizei e uni minha coleção no meu laptop à minha coleção física.

2

Devido a minha vasta experiência em construção de planilhas grandes e complexas, optei por fazer uma em Excel, com 4 colunas (artista, título do LP, ano e características – se duplo, triplo, data de lançamento original e reedição etc.). Mais colunas podem ser adicionadas, como “gravadora”, “produtor”, e o que você quiser colocar de informação. Essa planilha é tão fundamental para a organização quanto a organização dos discos físicos. Como por na ordem correta os discos do RC? – a maioria com títulos homônimos. Tens que usar a função “classificar e filtrar”, na aba “início” e clicar no item “personalizar classificação” (foto acima). Daí você pode tirar quantos discos quiser da prateleira. Para voltá-los na ordem certa, consulte a planilha em Excel. Simples. Como se operou a MINHA arrumação? A coisa toda se dá mais ou menos assim: Por vez peguei 3 letras do nosso alfabeto (comecei com ABC), separo os discos da coleção, digito no Excel o nome do artista, o nome do disco e o ano da tiragem. Daí seleciono as colunas, classifico por ordem alfabética (A a Z), arrumo o lote conforme o proposto pelo Excel e voilá.

Para não me alongar em explicações, fico por aqui e esclarecerei eventuais dúvidas pelo e-mail sidclaydias@gmail.com

__________

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!
Toda semana um novo post realizado por nós, a equipe do UV, no menu “Conversa de Vinil

Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!