Como verificar a velocidade do prato do seu toca-discos

A Conversa de Vinil desta semana é sobre testes para avaliar a velocidade do prato do seu toca-discos. É sabido que um tocador de vinil com a rotação errada lhe tirará as possibilidades de escutar a música como ela deve ser ouvida, bem como na pior das hipóteses, caso a rotação esteja muito fora do padrão, seu toca-discos (muito) provavelmente está defeituoso precisando passar por reparos.

A primeira questão que deve ser levada em conta é que para os vinis a velocidade normalmente é 33,4 (ou 33 1/3) rotações por minuto (RPM). Existe também as rotações de 45 e 78 RPM, porém, a mais usual é a de 33,4.

Se você tiver um disco de 45 ou 78 verifique se seu toca-discos tem o controle para executar as referidas rotações, caso não tenha, infelizmente seu tocador de vinil só lhe permite escutar os de 33 1/3.

Repare que na figura acima a gente vê 2 controles e uma luz: o pitch, o de velocidade (speed) e a luz que é o strobo.

Este é um exemplo de um toca-discos Gradiente D-40 que só existe a comutação entre 33,4 e 45 RPM. Um disco de 78 RPM não poderá ser tocado neste aparelho, como o outro exemplo (figura abaixo) que é um Technics SL-L20 que também só permite até o 45RPM e não tem controle de pitch e muito menos strobo.

O  controle de pitch é muito usado pelos DJs, mas o usuário comum deve estar atento com ele, pois, é muito importante já que é o controle que dará a rotação precisa do prato. Ou seja, você pode ter um controle que comuta a velocidade entre 33, 45 ou 78 RPM, mas o pitch melhorará significativamente o controle de velocidade permitindo colocar com exatidão o ponto que a rotação deverá estar. Por exemplo: quando se escuta um disco 33,4 RPM é possível que lá no fundo você perceba que a velocidade da música esteja um pouquinho acima ou abaixo do melhor nível de escuta. Mexendo no pitch você poderá consertar isso com precisão.

O strobo é como se fosse a guia para o pitch. Visualmente você compreenderá que ao mexer no pitch a sensação percebida no strobo é que os entalhes do prato frente a luz estão se movendo mais ou menos rápido. O controle exato é quando ao olhar para o strobo, os entalhes do prato estão lhe dando a sensação de estarem devidamente parados sem se moverem – este é o ponto ideal e exato da rotação!

Porém, é bom alertarmos: um bom toca-discos NÃO necessariamente precisa vir com controle de pitch e/ou strobo. Há máquinas fabulosas que seu motor é tão preciso que não faz sentido a existência destes comandos, exceto se forem toca-discos voltados para DJs, pois, estes profissionais da música e do entretenimento utilizam estes apetrechos para ajustarem a velocidade das músicas quando precisam dar continuidade na sua discotecagem, ou seja, no momento que precisam sincronizar músicas com velocidades diferentes.

Mas, para termos certeza que nosso toca-discos executa a velocidade real, precisamos de outras maneiras para avaliar esta velocidade. Entendendo isso, o Universo do Vinil lhe apresenta duas formas: uma manualmente e outra utilizando o aplicativo RPM Calculator.

Veja no vídeo abaixo como executar estes dois tipos de testes. São fáceis e o que é melhor, o app é gratuito e está disponível para plataformas Android e Iphone.


 

Esperamos que com estas dicas a sua audição fique cada vez melhor e, por conseguinte, mais prazerosa! Bom proveito!!!

_______

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!

Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!

Faça o download gratuito do livro Conversa de Vinil: o universo dos discos de vinil ou o adquira no formato papel para ajudar o UV a se manter sem a necessidade de propagandas ou patrocínios clicando AQUI

Website Malware Scan