Como montar um aparelho de som bacana

Dando continuidade à nossa Conversa de Vinil de 01 de outubro – Pré-amplificador de phono. Sabe o que é e quando usar? – vamos agora falar um pouco sobre como montar aquele som bacana para curtir os discos de vinil. Mas, chamamos a atenção que é muito importante que você leia primeiro o artigo dos pre-amplificadores de phono (ou preamps).

Também alertamos que não vamos falar aqui da qualidade dos componentes e periféricos e sim onde você liga seu toca-discos para ter um sistema de som completo capaz de tocar seus discos numa boa. Porém, sempre é bom lembrar: eletrônicos de qualidade são fundamentais para que a audição seja a melhor possível!

Nós também aconselhamos que você leia os seguintes artigos para melhorar sua experiência auditiva:

Já entendido sobre o preamp nota-se que os toca-discos são eletrônicos de áudio que não atuam sozinho – eles precisam de saídas para que o som venha até nossos ouvidos. Excetuando as vitrolas que já vem com tudo acoplado (amplificador de som, caixas acústicas e outros periféricos – algumas vêm com rádios, tape-decks e etc), os toca-discos necessitam de terceiros para cumprirem suas tarefas.

Nestes “terceiros” listamos os amplificadores (ou receivers), caixas acústicas e alguns gostam de colocar um equalizador. Esse é o set mínimo para montar um som bacana.

Alguns têm dúvidas entre receiver ou amplificador, aqui vai a diferença entre ambos:

  • receiver: além de amplificar o som vem com um turner (ou seja, sintoniza rádio) e distribui os sinais para as caixas de som
  • amplificador: apenas cumpre o papel de amplificar o som e distribuí-los para as caixas

Outros avaliam se um home theater (HT)  cumpre bem a tarefa no lugar do amplificador ou receiver?

Vale ressaltar que o home theater é um amplificador por natureza, portanto, ele cumpre a tarefa de amplificar o som e emitir os sinais paras as caixas acústicas. Porém, suas características não acompanham as necessárias para um toca-discos. Geralmente, os HTs são multicanais, ou seja, espalham os sinais para várias caixas – alguns são 7 canais, outros 5 e esse número varia com o modelo. Todavia, os discos de vinil são elaborados para saírem som em apenas 2 canais. Desta forma, o home theater vai “mascarar” o som emitido pelo tocador de vinil para distribuir nos vários canais que tem (sairá um som bem diferente daquele projetado pelo engenheiro de som do discos de vinil – exceto se o seu HT vem com a opção para sair apenas 2 canais).

Outro modelo de ligação com o toca-discos são as caixas acústicas já amplificadas. No mercado existe um número relativamente grande de conjuntos de caixas de som que vêm com o amplificador embutido, não necessitando ter um amplificador ou receiver em separado.

Assim, você pode montar sua aparelhagem de som seguindo os esquemas (lembrando sempre de verificarem primeiro o artigo sobre os preamps mencionado no início desta escrita):

  • toca-discos > receiver (ou amplificador) > caixas acústicas
  • toca-discos > home theater > caixas acústicas
  • toca-discos > caixas acústicas amplificadas

E qual é o lugar dos equalizadores (EQ) e para que servem?

O equalizador serve para alterar as frequências do som. Ou seja, (de acordo com a Wikipédia):

“Um equalizador possui diversas faixas de equalização, isto é, controles de intensidade (amplitude) do sinal para as diversas frequências que o aparelho comportar. No caso do equalizador gráfico ele pode ser de 3 / 6 / 8 / 10 / 15 / 20 / 31 Faixas de frequências. É um item muito importante dos aparelhos de som, pois sem ele, não se pode corrigir as falhas de frequência que possam acontecer no som, já que, dependendo do ambiente o áudio sofre alterações em relação a equalização natural de cada faixa”.

Alguns receivers, amplificadores, home theaters e caixas acústicas amplificadas já vêm com equalizador embutido, portanto, é importante verificar as características do seu eletrônico e verificar quais os controles que vem nele para “mexer” no som. Alguns vêm com pre-equalizadores digitais, normalmente, separados em frequências prontas e impossíveis de serem alteradas, como jazz, acústico, pop e etc. Outros, possuem controles de graves e agudos e em alguns um terceiro controle: médios.

E como ligar o equalizador ao receiver ou ao amplificador?

“O equalizador deve ser ligado às saídas e então é só plugar a saída (específica do EQ.) do receiver na entrada do equalizador e a saída do equalizador na entrada (específica do EQ) do receiver. Mas caso o seu receiver não esteja preparado pra isso, a única forma é ligar a fonte de som (que pode ser o toca-discos) na entrada do equalizador e a saída do equalizador na entrada do receiver, fazendo com que o equalizador fique entre a fonte de som e o receiver. O problema nesse último caso é que somente uma fonte de som será equalizada.”

Uma nota importante: muitos puristas são absolutamente contra o uso de equalizadores, pois, afetam diretamente o som original que sai dos discos. Esta questão é muito pessoal e cada um escolhe aquela que lhe convém. O bacana é escutar seus discos da melhor forma possível e essa “melhor forma” é a que agrada seus ouvidos!

Então, bora colocar um vinil para tocar?

_______

Todo domingo às 19h na Rádio UFS FM 92,1 tem o programa Conversa de Vinil
Você pode escutá-lo pela web em radio.ufs.br ou a partir do podcast, clicando aqui

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!

Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!

Faça o download gratuito do livro Conversa de Vinil: o universo dos discos de vinil ou o adquira no formato papel para ajudar o UV a se manter sem a necessidade de propagandas ou patrocínios clicando AQUI

 

 

Website Malware Scan