4 toca-discos queridinhos dos audiófilos

O UV já sabe, em matéria de toca-discos a unanimidade não existe. Sempre vão ter aqueles que vão mostrar outros tocadores de vinil de fazer qualquer um babar pela sua excelência. Mas, nós vez ou outra, gostamos de mostrar alguns que existem por aí para satisfazermos a curiosidade e auxiliar na hora da compra.

Desta vez vamos destacar 4 toca-discos que são verdadeiros queridinhos dos audiófilos, mas… preparem o bolso. Nenhum deles é barato!

Linn Sondek LP12

O LP12 possui um sistema de rolamento que é projetado para manter a suavidade e o mínimo ruído durante a reprodução. Além disso, possui um rodapé de madeira maciça, um subchassi suspenso e uma plataforma de braço projetada para minimizar a vibração.
O fabricante tem uma linha completa de acessórios e oferece acabamentos em madeira que vão de cinza preta a cereja americana e acabamentos personalizados.

Preço médio: 1000 Dólares

 

McIntosh MT10

A marca McIntosh por 60 anos tem sido líder em áudio de consumo através de produtos como seus amplificadores de tubo, a sua mais recente linha de home theater digital e sua plataforma giratória MT10 oferece aos fãs da McIntosh a capacidade de criar uma solução de sistema analógico completo.
Visualmente o toca-discos incorpora o familiar vidro dianteiro da marca, luz azul e indicador analógico montado junto a um corpo de ébano.
Internamente, a unidade possui um braço personalizado, uma cápsula de peso médio, um prato de acrílico usinado CNC e rolamento magnético especialmente projetado (onde a McIntosh diz produzir uma almofada de ar livre de atrito para uma reprodução melhorada da música).

Preço médio: 9 mil Dólares

Nottingham Analogue: Space 294

De fabricação inglesa apresenta um prato de liga de 14 polegadas, uma base de braço de bronze e rolamento de bandeja de óleo de bombeamento para criar um sistema de reprodução de baixa fricção e de alta resolução.
Segundo a empresa, o Space 294 usa um braço de 12 polegadas mais longo que permite que o tocador rastreie os sulcos com mais eficiência do que aqueles com braços mais curtos.

Preço médio: 4 mil Dólares

Montegiro: Legno

Montegiro é um fabricante alemão de alto desempenho para audiofilia e é projetado para apelar para os entusiastas de vinil que não querem sacrificar o estilo.
O Legno incorpora a combinação de materiais de aço e madeira que incluem um chassi envolto em bambu que é dito para proporcionar estabilidade à unidade e amortecimento da ressonância para melhor desempenho.

Preço médio: 13 mil Dólares (a depender do modelo de chassi)