Os vinis brasileiros mais bonitos de 2018

Desde 2016 que lançamos a lista com os discos mais bonitos em matéria de arte e design elaborada pela equipe do UV e com convidados especialistas, pesquisadores, DJs, membros de Clubes de Vinis, colecionadores e articulistas de blogs e páginas especializadas. E nesta edição de 2018, inovamos, acrescentando as fitas cassetes mais bonitas do ano (seguindo as mesmas orientações para os discos de vinil); o melhor resgate histórico do ano – entendendo que resgatar obras “esquecidas” ou não reeditadas por muitos anos é um trabalho não só de reconstrução do design e da obra em si, mas também, uma forma de preservar a memória musical brasileira. E, por fim, a surpresa do ano, aquele vinil que faz um “ooooh!” quando a gente o vê.

Quer ver os ganhadores anteriores? Clique aqui para 2016 e aqui para 2017

E como de praxe, só podem ser considerados para esta lista as fitas e discos de vinil fabricados ou vendidos no Brasil no ano de 2018 – podem ser fabricados no exterior, mas o mercado principal deve ser o brasileiro – e que, de alguma forma, chegaram ao conhecimento dos nossos eleitores (por aquisição, por ter sido encontrado numa loja, emprestado de alguém, cortesia de alguma gravadora, selo ou artistas e qualquer possibilidade que faça com que o disco e a fita sejam visto, mesmo que uma visão apenas virtual, mas a preferência na hora da escolha devem ser os vinis e k7s analisados de forma tangível).

Além dos quesitos acima, não valem reedições idênticas ao original. As reedições para valerem devem sofrer modificações no seu interior ou, até mesmo, na capa e contracapa.

Obviamente, não levamos em consideração a arte musical. Aqui, nesta lista, só entra design e construção gráfica.

E qual a importância de uma lista como essa?

Ela serve para mostrarmos ao público as inúmeras possibilidades artísticas e de design na construção de um disco de vinil e de um cassete. Na verdade, estamos celebrando a arte e o design do conjunto (disco ou fita, capa, contracapa, encartes e etc).

Falar de arte e design nos discos de vinil e nos K7s, nos mostra as inúmeras possibilidades criadoras destas grandes obras da mídia analógica. Assim, damos valor não apenas ao artista cantor, cantora ou banda, mas também a outros criadores e coparticipantes da obra: fotógrafos, artistas plásticos, gráficos, designers e etc.

Observação importante: utilizamos imagens dos próprios selos ou gravadoras, pois, nem todos os nossos eleitores têm possibilidades de nos enviar fotos que sejam realmente possíveis de serem apresentadas por fatores técnicos e/ou do manejo da fotografia, mas, também utilizamos fotografias próprias realizadas pelo UV.

 

E com vocês, os vencedores da edição de 2018!

Eis a lista dos discos brasileiros mais bonitos e bem elaborados de 2018!

Disco mais bonito de 2018 e Melhor produção gráfica e reconstrução de uma reedição de vinil para vinil:

  • RAUL SEIXAS – METRÔ LINHA 743
  • Selo ou gravadora: : Record Collector Brasil* e Selo 180*

O Metro Linha 747 foi ofertado em vinil preto e transparente e vem com capa dupla (inédita), encarte original, reprodução do release da gravadora da época, livreto com 28 páginas ilustrado e com dezenas de fotos inéditas, bem como, com entrevistas com músicos, produtores e familiares do Raul Seixas. É uma recriação frente ao original de 1984.

Design, edição gráfica e arte final: Gustavo “UGH!” Serrano.

Quer ler mais sobre este grande vencedor de 2018? Clique no artigo especial “Metro Linha 743 não é somente para ouvir, também é para ver” escrito pelo UV.

Melhor produção gráfica e reconstrução de uma reedição em vinil proveniente de outro formato:

  • METÁ METÁ: METÁ METÁ
  • Selo ou gravadora: Goma Gringa*

O disco foi originalmente lançado em 2011, e foi o álbum de estreia do trio Metá Metá e ganhou sua primeira versão em vinil. Uma edição de luxo, num LP 180g transparente e capa dura empastada (gatefold) numa arte inédita.

Artwork por Gina Dinucci.
Diagramação e produção gráfica por Frederic Thiphagne.

 

Disco inédito mais bonito de 2018:

  • HERMETO PASCOAL E GRUPO: NO MUNDO DOS SONS
  • Selo ou gravadora: Scubidu Music*

LP duplo em 180g, preto, capa gatefold, fabricado na Alemanha.

Arte Gráfica, Ruy Pereira; design gráfico, Tereza Bettinard e fotos de Gabriel Quintão

 

Fita Cassete mais bonita de 2018:

 

  • ELZA SOARES: DEUS É MULHER
  • Selo ou gravadora: Deck*

 

O álbum traz 11 faixas inéditas, assinadas por nomes como Tulipa Ruiz, Pedro Luís, Alice Coutinho e Rodrigo Campos, entre outros. Elza contou com a participação especial do rapper Edgar, em “Exú nas Escolas” (Kiko Dinucci/ Edgar), e do grupo Ilú Obá de Min na percussão e vozes de “Dentro de Cada Um” (Luciano Mello/ Pedro Loureiro) e “Banho” (Tulipa Ruiz).

Designer da capa: Leandro Arraes; diretor de arte da capa: Pedro Loureiro

 

 

Melhor resgate histórico de 2018:

  • LENO – VIDA E OBRA DE JOHNNY McCARTNEY
  • Selo ou Gravadora: Record Collector Brasil* e Selo 180*

Após 47 anos de gravado, os selos Record Collector Brasil e Selo 180 relançam em vinil o mítico álbum do cantor Leno. Gravado em 1970-1971 o álbum pós-jovem guarda é uma surpresa do hard rock setentista brasileira. Vinil preto 180 g., encarte duplo com entrevistas e fotos inéditas, capa gatefold e prensado a partir dos tapes originais do próprio cantor.

Design, edição gráfica e arte final: Gustavo “UGH!” Serrano

Surpresa do ano de 2018:

  • MANU MALTEZ: O RABEQUEIRO MANETA E A FÚRIA DA NATUREZA
  • Selo ou gravadora: Goma Gringa*

O projeto se apresenta no formato de um livro ilustrado de 108 páginas, acompanhado por 2 compactos duplos (4 músicas cada). Selecionado pelo programa Rumos Itaú Cultural 2015-16.

Objeto e  design de Frederic Tiphagne,

_______________________

Quer ver os ganhadores anteriores? Clique aqui para 2016 e aqui para 2017

*Links das gravadoras ou selos:

 

*Atualizada em 01/04/2019

________________________

Todo domingo às 19h na Rádio UFS FM 92,1 tem o programa Conversa de Vinil
Você pode escutá-lo pela web em radio.ufs.br ou a partir do podcast, clicando aqui

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca-discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!
Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!
Faça o download gratuito das nossas publicações ou as adquira no formato papel para ajudar o UV a se manter, clicando AQUI