4 pontos onde o vinil ganha da música digital

As vendas de vinil estão em alta. Não é sem motivo. Uma das razões mais importantes que afetou este mercado é que outros locais de entretenimento, como bares, restaurantes, cinemas e até shows ao vivo foram canelados ou fechados durante o período dificultoso em matéria de saúde que estamos vivendo. Para muitos, o dinheiro que se gastava nestes locais e eventos foram transferidos para diversão em casa, como streaming de filmes e, obviamente, os discos de vinil. Assim, a experiência de se escutar (e ver) um disco passou a ser algo mais presente nos lares do mundo todo.

O aumento perceptível nas vendas não é uma realidade brasileira – é do planeta todo – e muitos estão entrando nesta pela primeira vez. Desta forma, o UV apresenta 4 pontos onde o vinil sai em grande vantagem frente as audições de música meramente digitais:

O som do vinil:

Enquanto a música digital é produzida para uma experiência de audição suave e limpa, os discos de vinil oferecem uma qualidade sonora como nenhuma outra. Se você deseja recriar a experiência audível num show ao vivo, o vinil é o mais próximo que você pode chegar. Afinal, não é uma reprodução digital feita por bits, ele é a música realizada de forma analógica, ou seja, o que mais se aproxima da condição humana.

Mesmo que muitos gravem a matriz em digital, ao se tornar um vinil ou fita cassete, este som passa a ser analógico e, portanto, mais próximo do ouvido humano.

Desde o crepitar suave entre as faixas até o timbre específico de seu cantor favorito, o vinil captura sem esforço as qualidades que seu ouvido adora e, em muitos casos, consegue ouvir – há frequências que estão presentes na música digital que não atinge o ouvido humano e, com o passar dos anos, as pessoas vão perdendo capacidades de ouvirem certas frequências. No caso do vinil, as frequências estão sempre dentro dos padrões que conseguimos captar.

Uma experiência tangível:

Seja qual for o toca-discos que você escolher (escolher o certo pode levar tempo e aqui no UV temos várias sugestões – procure na nossa busca e encontre inúmeros toca-discos para sua inspiração), você desfrutará de uma experiência real ao reproduzir seus discos. Desde deslizar o disco para fora da capa até abaixar a agulha, é uma experiência prática que o fará apreciar a música de uma nova maneira.

Sem contar as inúmeras possibilidades que os extras e encartes trazem para a experiência que vai além simplesmente da escuta.

Os artistas e as (re)descobertas:

Quer esteja no mercado de discos das maiores estrelas da música atual ou adore sons antigos, comprar discos de vinil é uma maneira fantástica de descobrir artistas dos quais você nunca ouviu falar. As lojas de discos usados ​​são uma mina de ouro para as maravilhas de um único sucesso de todas as épocas imagináveis. E ainda existem muitos álbuns que sequer foram para o CD e, muito menos, para o streaming.

As vendas de discos estão subindo, mas ainda não estão nem perto dos máximos dos anos 80/90. Comprar discos físicos (neste caso, discos novos) garante que uma porcentagem maior do dinheiro dos royalties vá diretamente para os artistas que você ama.

Propriedade da mídia, troque e venda seus vinis:

Não importa qual serviço de música digital você usa, você não possui a música baixada para o seu dispositivo. Se um artista decidir remover sua música de uma plataforma específica, você não poderá mais ouvi-la. Construir sua própria coleção de discos significa que nenhum artista pode ir até sua casa e levar sua música embora, então você sempre poderá ouvir suas faixas favoritas.

Se você ficar entediado com um determinado disco, é fácil descartá-lo. Venda em lojas de segunda mão (sebos) ou faça uso de sites de revenda. Alternativamente, troque com seus amigos amantes do vinil e curta uma rotação de discos para tocar.

_______________________

 

Todo domingo às 19h na Rádio UFS FM 92,1 tem o programa Conversa de Vinil
Você pode escutá-lo pela web em radio.ufs.br ou a partir do podcast, clicando aqui

Quer saber mais sobre o “ressurgimento” do Vinil? Clique aqui!
Quer saber sobre a qualidade sonora do Vinil, do CD, do streaming e do MP3? Clique aqui!
Sobre os toca-discos? Clique aqui!
Cuidados com seus discos? Clique aqui!
Como e onde comprar? Clique aqui!
Quer interagir? Utilize a seção contato, clicando AQUI!
Faça o download gratuito das nossas publicações ou as adquira no formato papel para ajudar o UV a se manter, clicando AQUI