Record Player: app para verificar capas de discos

O Record Player é um aplicativo que pretende ser uma espécie de “Shazam” das capas de discos. Ou seja, você carrega uma imagem de uma capa e ele pretende lhe mostrar as músicas contidas no álbum via Spotify (não encontramos o aplicativo no Google Player, porém, está disponível na Internet e é muito fácil de usar. Para acessar, clique AQUI).

O Record Player utiliza o Google Cloud Vision API e o API Spotify e para funcionar precisa que o usuário tenha uma conta no Spotify (não precisa ser conta premium).

Eis as instruções do app: Depois que entrar no Spotify, faça o upload de uma imagem (pelo carregamento da página na Internet – informação nossa). A imagem será enviada para a API do Google Vision que adivinhará o que é. O aplicativo pesquisará no Spotify usando o Google e dará o primeiro resultado para tocar.

Mas não é bem assim…

No vídeo abaixo o(a) leitor(a) poderá ver nossos testes e não foram 100% satisfatórios. Em matéria de acertos do ‘Shazam”, o Record Player está longe de ter as mesmas estatísticas positivas do famosos app que lhe mostra os nomes das músicas e outras informações.

 

A ideia é muito boa. Já que ao visitar algum local de venda de discos ou, até mesmo em casa de amigos, o usuário poderá saber quais as músicas existentes neste álbum e comprá-lo ou não. É uma coisa muito prática.

Todavia, não funciona 100%. Fizemos os testes com os discos:

Resultado:

Pesquisamos no Spotify se os álbuns procurados existiam lá (ao som de Gilberto Gil e Gal cantando Falsa Baiana)

Excetuando “A Paixão de V segundo ele próprio”, todos os álbuns da pesquisa existem no Spotify e o disco do Jongui fizemos 2 vezes a pesquisa (como visto no vídeo acima) para certificarmos se, de fato, não foi encontrado. E não encontrou em ambas as tentativas.

  • Bruce Springsteen – Ok. O app encontrou
  • Time Out – Ok. O app encontrou
  • Marsalis and Clapton – O app não encontrou
  • Os Tribalistas 1 – O app não encontrou
  • Jongui – O app não encontrou
  • A Paixão de V segundo ele próprio – O app não encontrou e ainda confundiu com Wando…

Em 6 pesquisas o app acertou 2 e errou 4. Longe de ser comparado com o Shazam… Outra coisa que testamos foi dar nomes às imagens aleatoriamente. Por exemplo, Time Out tinha o nome de 61tai91NdhL.jpg. Mas este foi encontrado, portanto, a pesquisa que o app faz, aparentemente, não leva em consideração o nome do arquivo e, de fato, nos parece ir à imagem.

Conclusão:

É um app que promete e poderá ser muito útil futuramente. Entretanto, precisa de muitos aprimoramentos para ser eficaz. Por enquanto, para o usuário é uma brincadeira que ocasionalmente poderá dar resultados satisfatórios. Mas, fica a dica pois pode ser que um dia seja mais funcional.

 

 

Você leu essa matéria no Noticias do Vinil do UV. Leia mais notícias clicando aqui e nossos artigos semanais e especiais, aqui